Computador Servidor

Consultas Rápidas

Entre com palavras-chave em PROCURAR (evite preposições), ou selecione um item em CATEGORIAS, na coluna da direita.

Servidores mais frequentes

Quais são os tipos de servidores mais frequentes?

Os servidores mais frequentes são para serviços de: arquivo, impressão, web, e-mail e base de dados.

Servidor de Arquivos. Provê armazenamento em disco centralizado e compartilhado em rede. Sua tarefa mais comum é armazenar e compartilhar arquivos e programas. O servidor de arquivos garante que dois usuários não atualizem o mesmo arquivo ao mesmo tempo – os outros usuários são bloqueados enquanto um primeiro acessa. Para arquivos de documentos (exemplo, processamento de texto e planilhas), o arquivo inteiro é bloqueado. Para arquivos de base de dados, o bloqueio pode ser aplicado à uma porção do arquivo que contem um registro, ou um grupo de registros.

Servidores de Impressão. O compartilhamento de impressoras pode ser a principal razão para que muitas redes pequenas exitam. Um computador pode ser alocado de forma dedicada ou não. Um único computador pode ser servidor de arquivo e de impressão, numa rede de baixo tráfego.

Servidor Web. Roda softwares que habilitam  o computador hospedar um web site na internet ou numa intranet. Os dois servidores web mais conhecidos são o IIS (Internet Information Service), que roda nos sistemas Windows e o Apache, um servidor web “open source” que roda nos sistemas Linux.

Servidores de e-mail. Trata as necessidades de e-mail da rede. É configurado com um software de servidor de e-mail , tal como o Microsoftware Exchange Server, que trabalha com o Microsoft Outlook, o software cliente de e-mail, que vem no Microsoft Office. Hoje os softwares de e-mail fazem muito mais do que apenas enviar e receber e-mails, com funcionalidades de colaboração que simplificam a gerência de projetos colaborativos, conferência de áudio e vídeo, serviços de mensagens instantâneas, e assim por diante.

Servidores de Base de Dados. É um computador servidor que roda softwares de base de dados, tal como o Microsoft SQL Server da Microsoft. Servidores de base de dados são normalmente utilizados em conjunto com aplicações de negócios customizadas, tais como sistemas de contabilidade e marketing.

Servidor de Sistema Operacional. Se a rede necessitar de um ou mais servidores dedicados, o próximo passo é determinar qual sistema operacional de rede (SOR) que esses servidores devem usar. Se possível, todos os servidores devem usar o mesmo SOR para facilitar a operação e manutenção de software.

Até logo!

Hardware de Computadores Servidores

Quais são os formatos de servidores comercializados?

Os servidores normalmente se apresentam em 3 formatos:

  • Torre. Abordagem tradicional de desktop para ambiente residencial e pequenos negócios. Solução aplicada para poucos servidores.
  • Rack. Estrutura vertical de servidores com chassi padrão de 19”, para organizar e salvar espaço, facilitar a operação e manutenção, para ambientes empresariais e datacenters, mas não resolve adequadamente o “problema de cabeamento”.
  • Blade. Estrutura de placas para salvar mais espaço ainda e confinada no padrão de rack de 19”. Um típico chassi blade pode abrigar mais de 6 servidores. A principal vantagem está no compartilhamento de fonte alimentação, teclado, monitor, mouse e cabeamento. Para ambientes de datacenter.

Apenas as redes muito pequenas não exigem pelo menos um servidor dedicado, tal como, na rede doméstica ou no pequeno escritório, que normalmente adota uma rede “peer to peer”, onde cada computador compartilha os seus recursos, como arquivos e impressoras, e, … funciona muito bem.

Até logo!

Servidores Dedicados x Peers to Peers

Qual a diferença entre uma rede com servidores dedicados e uma rede com computadores que assumem o papel de servidores e clientes?

Em algumas redes um computador servidor presta um serviço para os computadores clientes de forma dedicada – não executa outra função. Redes com essa filosofia são chamadas de redes cliente servidor. Outras redes funcionam diferente: habilitam qualquer computador da rede atuar como cliente ou como servidor. Cada computador pode compartilhar impressoras e arquivos. Estas redes são chamadas de “redes peer-to-peer” – todos os computadores atuam como “peers” – ou seja, parceiros de mesmo nível que se comportam da mesma forma.

Vantagens das redes Peer to Peer

  • Facilidade de Configuração e Uso
  • Redução de custo – qualquer computador pode ser utilizado como servidor ou workstation

Desvantagens das redes Peer to Peer

  • Limitações de desempenho do sistema operacional de computadores desktop para exercer funções em rede, já que   as funções de servidor de arquivos e impressoras não são tão eficientes quando compradas àquelas dos sistemas operacionais em rede.
  • Algum computador na rede deverá fazer o papel de servidor e conviver com o inconveniente de compartilhar seus recursos em rede.
  • Embora a rede peer to peer seja de menor custo  por computador para redes de pequeno porte, a diferença para redes com mais de dez computadores torna-se insignificante.
  • Servidores peer to peer não trabalham bem para redes em crescimento. Não tem as funcionalidades de segurança e desempenho requeridas.

Por exemplo, as redes peer to peer da Microsoft têm evoluído em várias versões desde o Windows 95. Não é necessário comprar nenhum software adicional para tornar um computador um servidor. Tudo que deve ser feito é habilitar as funcionalidades de servidor do windows. As funcionalidades de servidor de rede desenvolvidas nas versões desktop do Windows ao longo dos anos não são muito eficientes quando a rede cresce, já que não são primariamente endereçadas para serem servidores de rede. Se o objetivo é alocar um computador   para ser um servidor dedicado, uma solução apontada pela Microsoft é utilizar o sistema operacional de rede Windows Server 2012, ou outras versões.

Até logo!

Rede Pear-to-Pear com até 5 computadores

Qual o contexto, topologia e componentes de uma de rede para uma microempresa com até 5 computadores?

Contexto: uma pequena empresa, com 3 computadores, especializada em serviços de instalação: 1) um computador é utilizado para desenvolver propostas e relacionamento como mercado (com porta de rede Ethernet Gigabit), 2) um computador antigo é usado para gerenciar o sistema de pedidos, instalação e contabilidade (com porta Ethernet 10/100 Mbps) e um notebook é utilizado pelo engenheiro chefe da empresa (com porta Ethernet 10/100 Mbps). A empresa tem 1 impressora conectada a um dos computadores. Os computadores não estão conectados em rede. Para imprimir um documento, ele deve ser armazenado em dispositivo de memória flash (exemplo, pen drive). Um dos computadores é conectado à internet via uma conexão ADSL ou cable residencial.

Objetivos de rede: 1) acesso compartilhado à impressora, 2) Acesso compartilhado à Internet por todos os computadores, 3) capacidade para um aumento de mais 2 computadores no período de 6 meses, 4) rede simples e intuitiva, sem necessidade de muitas intervenções.

Solução: Rede peer-to-peer

Requisitos:

  • Um roteador DSL com a funcionalidade de switch embutida, com no mínimo 6 portas de rede – 4 portas ativas e 2 de reserva.
  • A funcionalidade de  firewall  do roteador deverá estar habilitada para prevenir intrusões da Internet.
  • Um dos computadores deverá ser configurado  para habilitar o compartilhamento de arquivos e impressora

Até logo!

Rede Cliente-Servidor

Qual a topologia de rede típica de uma pequena unidade de negócio, com até 50 computadores?

Contexto: Uma empresa que cresceu em 2 anos de 15 para 35 empregados, todos localizados no mesmo prédio. A rede compreende 35 computadores clientes e 3 servidores com windows server 2008. Os 35 computadores rodam uma variedade de sistemas operacionais windows. Os 11 computadores mais novos têm cartão de rede do tipo Ethernet Gigabit. Os 24 computadores mais antigos usam cartão de 10/100 Mbps. Os computadores servidores são os mais antigos, com interfaces de rede de 10/100 Mbps. Todos os escritórios estão cabeados com cabos Categoria 5e (Cat5e) para um centro de fios, numa sala fechada, onde um pequeno rack suporta 2 switches de 24 portas 10/100. Esses switches limitam o tráfego na rede em 100 Mbps, mesmo para os novos comutadores com portas gigaethernet. O acesso a Internet é provido por um roteador do tipo Cisco 1700  ( Acessos WAN de alta velocidade. Segurança integrados, com VPN, firewall dinâmico e detecção de intrusão. Migração para serviços de voz sobre IP/telefonia IP com QoS).

Objetivos/Necessidade de rede: melhorar o desempenho de rede para a Internet e para transferências de grandes arquivos entre servidores e clientes na rede local.

Solução: Criar uma nova topologia de rede hierarquia na rede com um novo switch de 24 portas gigaethernet e fazer upgrade de cartões de rede gigabit para os 3 servidores.

Requisitos:

  • Adquirir um switch gigabit de 24 portas .
  • Adequar e recabear o rack de equipamentos.
  • Substituir os NICs de 10/100 para cartões gigabit nos 3 servidores (ou substituir os 3 servidores).
  • Conectar os servidores, roteador e os clientes gigabit para o novo switch gigabit. Isto usará 15 (11 clientes, 3 servidores e 1 roteador) das 24 portas.
  • Conectar os dois switches de 10/100 ao novo switch gigabit. Isto somará 17 portas e 7 portas de reserva.
  • Redividir os 24 clientes de 10/100 Mbps entre os dois switches, sendo 12 para cada switch.
  • Caso seja necessário maior desempenho, os switches de 10-100 Mbps podem ser substituídos por switches gigabit.

Até logo!

Datacenters e Servidores

Quais são os servidores mais frequentes e emergentes em Datacenters?

Os Servidores são as máquinas que abrigam as aplicações de negócio. Os principais tipos de máquinas são:

  • Mainframes
  • Servidores web e de aplicações
  • Servidores de arquivo
  • Servidores de mensagens
  • Sistemas operacionais e softwares de aplicações que rodam neles
  • Subsistemas de armazenamento interligados por redes SAN e IP;

Veja a seguir uma descrição sumária dos principais servidores de um datacenter:

Até logo!