Cloud – Saas, Paas E Iaas

Consultas Rápidas

Entre com palavras-chave em PROCURAR (evite preposições), ou selecione um item em CATEGORIAS, na coluna da direita.

SaaS e Multi-tenancy

Quais são os benefícios do modelo de computação multi-tenancy (multi-aluguel) comparado com o modelo single-tenancy (tradicional) ?

Na computação em nuvem “multi-tenancy”, o fornecedor SaaS (Software as a Service) oferece uma única versão de seu software para todos os seus clientes. Isso é diferente de uma solução com um único inquilino “hospedado”, onde o aplicativo está instalado no servidor de um fornecedor, mas a base de código é única para cada cliente. No multi-tenancy é diferente, apesar de todos os usuários do software acessarem os mesmos componentes fundamentais, os dados e configurações, que são específicos para um cliente, são armazenados num recipiente separado e seguro. Os usuários podem compartilhar todos os recursos do software, mas os seus dados não são compartilhados. As vantagens de um SaaS multi-tenancy comparado a um aplicativo single-tenancy são as seguintes:

  • Menores custos via economia de escala: em um ambiente multi-tenancy, os usuários têm cesso ao mesmo software básico, assim, o dimensionamento é simplificado para os fornecedores de infraestrutura. O SaaS permite que empresas de todos os tamanhos compartilhem os custos operacionais e de infraestrutura do data center. Os usuários não precisam adicionar mais aplicativos e hardware para seus centros de dados, e algumas empresas de pequeno e médio porte poderão não precisar de datacenter se utilizarem SaaS.
  • Manutenção e atualizações: Os usuários finais não precisam pagar taxas de manutenção dispendiosas, a fim de manter seu software atualizado. Novos recursos e atualizações estão incluídas com uma assinatura de SaaS.
  • Flexibilidade de Configuração: A maioria das soluções de SaaS multi-tenant é projetada para prover flexibilidade de configuração, para que as empresas possam fazer a aplicação ser executada da maneira desejada, sem alterar o código ou dados da estrutura subjacente. Isso normalmente não acontece com aplicações sigle-tenant, onde personalizações podem ser demoradas e custosas.

Em um ambiente single-tenant, se houver uma interrupção do serviço, afeta apenas um cliente, o que significa que o fornecedor pode ser mais lento para responder e não tome as medidas necessárias para garantir que o problema não se repita. Em contraste, com uma solução multi-tenant, uma ligeira falha pode afetar todos os clientes de um fornecedor. É, portanto, imperativo que os fornecedores de SaaS invistam quantias significativas de dinheiro e esforço para garantir disponibilidade e desempenho.

Até logo!

Serviços de Armazenamento na Nuvem

Como são comercializados os serviços de armazenamento e compartilhamento de arquivos na nuvem?

Muitos funcionários móveis armazenam documentos de trabalho sensíveis em serviços de cloud pessoais, criando problemas de segurança de dados para empresas. Para evitar isso, a gestão de TI pode fornecer acesso a versões corporativas de serviços de compartilhamento de arquivos em nuvem e armazenamento. Muitos funcionários trabalham remotamente ou viajam com frequência e precisam de acesso a arquivos a partir de qualquer dispositivo. Querem ser capazes de usar seus dispositivos portáteis para visualizar e editar documentos, de forma segura com outros usuários e sincronizar arquivos entre vários dispositivos. Como resultado do aumento da demanda de trabalhadores móveis e serviços para melhorar a segurança e controle de acesso aos dados corporativos, provedores têm expandido as linhas de produtos para entregar compartilhamento de arquivos e serviços de armazenamento de nível empresarial na nuvem. Muitos destes serviços de compartilhamento de arquivos oferecem recursos básicos, tais como armazenamento, sincronização com funcionalidades de segurança para dispositivos móveis e desktops.

Veja a seguir alguns exemplos de grandes fornecedores e serviços …

Fornecedor Características Segurança Espaço de armazenamento Preços
Box Versões Negócios, Enterprise; sincronização segura móvel, sincronização de desktop; Plataforma de integração OneCloud Negócio: bloqueio de arquivos, auto expiração, permissões granulares; Empresa: regras de administração customizadas, relatórios de segurança 1 TB, mínimo de três usuário Negócios: US $ 15 por usuário por mês, mínimo três usuários; Empresa: Preço disponível mediante solicitação
Citrix ShareFile Número ilimitado de usuários do cliente, suporte por telefone / e-mail, plug-in Outlook, sincronização desktop, sincronização empresa Criptografia na transferência e armazenamento, até 256 bits de criptografia SSL / TLS; permissões granulares de pasta 20 GB para contas com mais de 20 funcionários Corporativo: $ 99,95 por mês; Empresa: Preço disponível mediante solicitação
drive2Go Número ilimitado de usuários, aplicativos móveis, restauração de arquivos deletados arquivos apagados, auditoria atividade Armazenamento criptografado em nuvem e links de compartilhamento de arquivos Ilimitado por mês, limite de 5 GB de tamanho de upload de arquivos US $ 15 por usuário por mês
Dropbox for Business Sincronização e compartilhamento. Recuperação  ilimitada de arquivos e histórico de versão; rastreamento de logins, dispositivos e localizações AES 256-bit e encriptação SSL; verificação em duas etapas, senhas móveis, impede o compartilhamento de arquivos fora da equipe Ilimitado $ 795 por ano para cinco usuários, US $ 125 por ano para cada usuário adicional
Google Drive Compartilhamento de documentos, colaboração, extensão aplicação; sincronização automática de arquivos Sessões criptografadas SSL / TLS; servidores de nuvem SSAE 16, ISAE 3402- auditados 15 GB de espaço livre Gratuito   para primeiro 15 GB, planos de preços variados para adições de 100 GB a 16 TB.
Microsoft SkyDrive Pro Funciona com o Office 365, usuários do SharePoint; trabalhadores podem compartilhar e colaborar em documentos Controle administrativo por TI, pode gerenciar e controlar bibliotecas SkyDrive Pro 25 GB por usuário Disponível através do SharePoint Online no Office 365  ou no local de instalação do SharePoint Server 2013

Fonte: Techtarget.com

Até logo!

SaaS, PaaS e IaaS

Quais são os modelos de  serviços de cloud computing e seus usuários típicos?

Existem 3 modelos de serviços segundo o NIST, ilustrados na figura abaixo: IaaS, PaaS e SaaS.

O serviço IaaS- Infrastructure as a Service –provê infraestrutura virtual (compartilhada):

  • Seus usuários são os administradores de sistemas conectados na nuvem.
  • O provedor fornece serviços de TI virtuais: máquinas virtuais, armazenamentos virtuais, redes virtuais,  terminais virtuais, serviços virtuais.
  • Suporta plataformas virtuais (PaaS) e aplicações virtuais (SaaS).
  • Um exemplo de IaaS é a opção AMAZON EC2.

O serviço PaaS – Platform as a Service – provê plataforma virtual que roda sobre uma infraestrutura virtual (IaaS).

  • Seus usuários são os desenvolvedores de aplicações virtuais (SaaS), conectados na nuvem.
  • Seus componentes são sistemas e ferramentas virtuais que compõem uma plataforma virtual: tempo de máquina, banco de dados, servidor web, servidor de aplicações.
  • Suporta as aplicações virtuais (SaaS).
  • Exemplos de PaaS são os serviços AppEngine do Google e AZURE da Microsoft.

O serviço SaaS – Software as a Service – provê aplicações virtuais com interface padrão web (browser).

  • Seus usuários somos nós – os usuários finais conectados na nuvem.
  • Seus componentes são Gerência, Economia, Escalabilidade, Disponibilidade, Desempenho e Segurança da aplicação virtual.
  • As aplicações virtuais também são compartilhadas pelos usuários finais.
  • Exemplos de SaaS são os Google Apps e o SalesForce.com.

Até logo!

Ficha Técnica do SaaS

Quais são as características, público alvo e aplicações do SaaS?

Descrição: provê aplicações virtuais com interface padrão web (browser).

Público Alvo: pequenas e médias empresas que não percebem vantagem ou têm restrições em investir no desenvolvimento de aplicações específicas para sua empresa.

Capacidade: O usuário poder usar aplicativos fornecidos pelo prestador de serviços em uma infraestrutura de nuvem. Any time, any where.

Controle: O usuário tem controle da aplicação.

Aplicações: são acessíveis a partir de vários dispositivos do cliente através de uma interface de cliente via Web (por exemplo, e-mail baseado na Web). Serviços corporativos: gerenciamento de workflow, groupware e colaboração, planejamento de recursos (ERP- Enterprise Resources  Planning), cadeia de suprimentos (SCM-Supply Chain Management), comunicações, assinatura digital, gestão de relacionamento com clientes (CRM-Customer Relationsheep Management), software desktop, gestão financeira, geo-espacial e pesquisa. Serviços Web 2.0: redes sociais, blogs, serviços de wiki, portal e outros.

Preço: Tarifa conforme o uso.

Adequado: para aplicações onde muito scompartilham o mesmo serviço, ex: e-mail. Em ambientes que periodicamente têm picos na demanda, tais como faturamento e folha de pagamento. Há uma necessidade de acesso à Web , mobilidade e softwares de gestão (controle de vendas, pedido, etc).

Inadequado: para aplicações que requerem respostas em tempo real ou aquelas para as quais “não” é permitido que os dados sejam hospedados externamente.

Obs. SaaS é o serviço de Cloud Computing mais antigo. Os primeiros provedores foram os provedores de e-mail. Há muito tempo que grande parte das empresas já não possui servidores de e-mail no Data Center e ao invés disso utilizam servidores de e-mail em plataformas na Web.

Bom Programa!

Salesforce.com (SaaS)

Qual a visão geral do SaaS da Salesforce?

Uma das primeiras empresas a lançar uma solução SaaS em larga escala foi a Salesforce.com. O site provê uma solução de CRM – Custom Relationship Management. A empresa observou que uma parte significativa do dia de um profissional de vendas é gasto em atividades de “planejamento e controle”, tais como gerencia da agenda, gerência de contratos, gerência de apresentações e gerência de contatos. A Salesforce.com percebeu também que independentemente dos itens que uma empresa vende, o processo de venda é similar entre as empresas.

A Salesforce.com automatizou estas tarefas e as colocou armazenadas na nuvem – a nuvem de vendas. Adicionalmente, num caminho similar, a Salesforce.com, observou que após a venda, os serviços para clientes são “requisitos chave”. Como resultado, a empresa entrega um kit de serviços para clientes na nuvem, com serviços para clientes mais demandados. O software gerencia o processo de interação com clientes, e-mails, atualizações no facebook, chats e outras aplicações. Adicionalmente, os gerentes podem monitorar os resultados, via painéis, baseados na nuvem.

Bom Programa!

Serviços SaaS do Google

Qual a filosofia de serviços SaaS do Google?

O Google se concentra na área de Software-as-a-Service (SaaS). Estima-se que o número de servidores usados ??pelo Google era perto de 1,8 milhões em janeiro de 2012 e 2,4 milhões no início de 2013.

Serviços como Gmail, Google Drive, Google Calendar, PicasaGoogle Groups são gratuitos para usuários individuais e disponíveis de forma não gratuita (taxa) para as empresas.


Esses serviços estão sendo executados na nuvem e podem ser chamados a partir de uma ampla gama de dispositivos, incluindo os móveis, como iPhones, iPads, Black-Berrys e laptops e tablets. Os dados para esses serviços são armazenados em centros de dados na nuvem:

  • O Gmail é um serviço que recebe e-mails em servidores do Google e fornece uma interface Web para acessá-los e ferramentas para a migração do Lotus Notes e Microsoft Exchange.
  • Google Docs é um software baseado na Web para a construção de documentos de texto, planilhas e apresentações. Ele suporta recursos como tabelas, fontes básicas, tamanho de texto.  Permite vários usuários editar e atualizar o mesmo documento e visualizar o histórico de alterações do documento, e oferece um corretor ortográfico. O serviço permite aos usuários importar e exportar arquivos em vários formatos, incluindo extensões do OpenOffice Microsoft Office, PDF, texto.
  • Google Calendar é um agendador baseado em navegador, ele suporta: vários calendários para um usuário, a capacidade de compartilhar um calendário com outros usuários, a exibição de visitas por dia / semana / mês, e eventos de busca e sincronizar com o calendário do Outlook. É acessível a partir de dispositivos móveis. Lembretes de eventos podem ser recebidos via SMS, desktop pop-ups, ou e-mails.
  • Picasa é uma ferramenta para fazer upload, compartilhar e editar imagens, que fornece 1 GB de espaço em disco por usuário gratuitamente. Os usuários podem adicionar tags a imagens e anexar locais para fotosusando o Google Maps Grupos do Google permite aos usuários organizar fóruns de discussão para criar mensagens on-line ou via e-mail.

Até logo!

Ficha Técnica do PaaS

Quais são as características, público alvo e aplicações do PaaS?

Descrição:Provê plataforma virtual que roda sobre uma infraestrutura virtual (IaaS).

Público Alvo:Desenvolvedores de Aplicações.

Capacidade: Prover um ambiente para implantar aplicações adquiridas ou criadas pelo consumidor (o desenvolvedor) usando linguagens de programação e ferramentas suportadas pelo provedor.

Controle: O usuário tem controle sobre os aplicativos implantados e, em alguns casos, sobre a configurações do ambiente de hospedagem da aplicação. O usuário não controla a infraestrutura de nuvem que suporta o serviços – ex: rede, servidores, sistemas operacionais, ou armazenamento.

Aplicações:O provedor entrega além da infraestrutura todo um conjunto de aplicações instaladas em servidores virtuais. Essas aplicações compõem o chamado solution stack que é o conjunto de todas as ferramentas necessárias para desenvolvimento de aplicações. Essas ferramentas vão desde o sistema operacional, aplicações de servidor Web, linguagem de programação e até ferramentas de banco de dados.

Adequado: para desenvolvimento de software onde vários desenvolvedores e usuários colaboram e os serviços de implantação e testes devem ser automatizados.

Inadequado: nos casos de necessidade de portabilidade da aplicação, quando as linguagens de programação proprietários são utilizados, ou quando o hardware e software que suportam a aplicação  precisem ser personalizados para melhorar o desempenho da aplicação. O desenvolvedor ficar restrito a uma plataforma de desenvolvimento, vinculada a um tipo de sistema operacional. Diante disso, existe uma variação do PaaS chamada OaaS, Open Plataform as a Service, que a oferta um ambiente de desenvolvimento aberto.

Observação 1. A grande vantagem do PaaS é que o desenvolvedor fica focado somente no desenvolvimento. Atividades como manutenção e atualização de softwares ficam totalmente sob responsabilidade do provedor.

Observação 2. O Desenvolvedor tem duas escolhas quando necessita publicar seus conteúdos. Primeiro ele pode hospedar as páginas nos seus próprios servidores web, os quais podem requerer suporte e manutenção de hardware. Segundo, podem hospedar os arquivos num servidor que reside num provedor de serviço na Internet ISP – Internet Service Provider – que permite o desenvolvedor focar no desenvolvimento das páginas web ao invés de gerenciar servidores. Hoje isso pode ser feito a um custo bem atraente.

Bom Programa!

PaaS do Google

Qual é a filosofia de PaaS adotada pelo Google?

Google também é líder na Platform-as-a-ServiceEspaço (PaaS).  AppEngine é uma plataforma de desenvolvimento hospedada na nuvem. O banco de dados para o desenvolvimento de códigos pode ser acessado com o Google Query Language (GQL), com uma sintaxe SQL-like (linguagem utilizada para desenvolver e gerenciar banco de dados).

O conceito de dados estruturados é importante para a estratégia de serviço do Google. A mudança de filosofia reflete a transição de conteúdo da Web de dados não estruturados para dados estruturados – dados que contém informações adicionais, como por exemplo, o local onde a fotografia foi tirada, a informação sobre o cantor de uma gravação digital de uma canção, os serviços locais de uma localização geográfica, e assim por diante. Indexadores de motores de pesquisa usam hyperlinks para descobrir novos conteúdos (fontes profundas), armazenados em bases de dados e apresentados como páginas criadas dinamicamente por formulários em HTML. Esse conteúdo é indisponível para indexadores que são incapazes de preencher tais formulários. Exemplos de “fontes profundas da web” são: sites com informações geográficas específicas, tais como lojas locais, serviços e negócios, sites de relatórios estatísticos e análises produzidos por organizações governamentais e não governamentais; informações de companhias ônibus, trem e aéreas, e assim por diante. Conteúdo estruturado é criado por meio de rotulagem. FlickrGoogle Co-op são exemplos de estruturas onde os rótulos e anotações são adicionados aos objetos, imagens e páginas, armazenados na web.

Exemplos dos serviços Google são:

  • Google Co-op permite aos usuários criar motores de busca personalizados com base em um conjunto de categorias. Um exemplo de categoria de busca para uma comunidade de pesquisa de banco de dados disponível numa entidade educacional poderia ser: professor, projeto , publicação , empregos .
  • Google Base é um serviço que permite aos usuários carregar dados estruturados a partir de diferentes fontes em um repositório central, que é muito grande, semi-estruturado e com dados heterogêneos. Google Base é acessado em resposta a consultas de palavras-chave colocadas no Google.com,  e assim por diante …
  • Google Drive é um serviço online para armazenamento de dados que está disponível desde abril de 2012. Ele dá aos usuários 5 GB de armazenamento gratuito e cobra US $ 4 por mês para 20 GB. Ele está disponível para PCs, MacBooks, iPhones, iPads e dispositivos Android e permite que as organizações comprem até 16 TB de armazenamento.

Hoje já existem motores de busca especializados em reconhecimento de estruturas para diversas áreas de interesse, incluindo viagens, tempo, e serviços locais.

OGoogle também redefiniu o laptop com a introdução do Chromebook, um dispositivo puramente Web-centric que roda o Chrome OS .
Aplicativos baseados em nuvem, extrema portabilidade, conectividade 3G embutida,  quase instant-on, e bateria para cobrir um dia, são as principais atrações deste dispositivo.

Google e Apple têm filosofias diferentes. O Google adere a uma filosofia liberal de desenvolvimento de aplicativos, enquanto a Apple controla rigidamente a pilha de tecnologia, constrói o seu próprio hardware, e exige que os desenvolvedores de aplicativos seguir regras rígidas.

Até logo!

PaaS – Azure da Microsoftware

Como o Azure implementa o datacenter na nuvem?

Os serviços Azure e Serviços On-line são plataformas de PaaS e SaaS, respectivamente,  na nuvem da Microsoft. O Windows Azure é o sistema operacional, o SQL Azure é uma versão baseada em nuvem do SQL Server. Já o AzureAppFabric (formalmente os serviços.NET) é uma coleção de serviços para aplicações em nuvem.

O Windows Azure tem três componentes principais:

  • Computação: proporciona um ambiente de computação.
  • Armazenamento: para armazenamento escalável.
  • Controlador – implanta, gerencia e monitora aplicações. Interliga nós que consistem de servidores, conexões de alta velocidade, e switches.

Outros componentes da Plataforma PaaS são:

  • Content Delivery Network (CDN): mantém cópias de cache de dados para acelerar cálculos.
  • O subsistema Connect: suporta conexões IP entre os usuários e suas aplicações em execução no Windows Azure.
  • A interface API: para o Windows Azure é construída sobre REST, HTTP e XML.
  • Cinco serviços: Live Services, SQL Azure, AppFabric, SharePointDynamics CRM.
  • Biblioteca e ferramentas: para o desenvolvimento de aplicativos em nuvem.

O Windows Azure é uma plataforma da Microsoft que os desenvolvedores podem usar para mover suas aplicações para a nuvem:

  • Diferentemente de suportar apenas uma página em HTML, que requer apenas a presença de um servidor web, o Windows Azure fornece suporte de sistema operacional para aplicações e um servidor SQL baseado em cloud (SQL Azure).
  • O Windows Azure pode ser imaginado como um datacenter baseado na cloud dentro do qual os desenvolvedores podem hospedar suas aplicações.
  • A plataforma Windows Azure, mantem servidores, sistemas operacionais, software de base de dados, e outras aplicações de suporte.
  • À medida que a aplicação do desenvolvedor cresce em termos de usuários, demanda de processador, ou armazenamento de disco, o ambiente do Windows Azure cresce para atender as necessidades dos desenvolvedores.

Desta forma a plataforma Windows Azure fornece o seguintes benefícios:

  • Escalabilidade – a capacidade de processador e memória pode ser escalada para cima e para baixo.
  • Redundância  – é fornecida redundância de servidor, disco e rede.
  • Benefícios de custo pelo grupamento de recursos, – o recurso é compartilhado entre várias empresas que redunda em reduções de custo para cada empresa.
  • Baixo custo de entrada – para realizar a solução baseada em nuvem, as empresas não precisam investir no datacenter próprio.

Até logo!

Ficha Técnica do IaaS

Quais são as características, público alvo e aplicações do IaaS?

Descrição: É um modelo de oferta de serviços que uma organização terceiriza os equipamentos utilizados para suportar suas operações TIC, incluindo armazenamento, hardware, servidores e componentes de rede de comunicação.

Público Alvo: Administradores de Rede.

Capacidade: O provedor tem a capacidade de entregar serviços de hardware, processamento, armazenamento, rede, espaço, climatização, segurança e outros serviços agregados. O consumidor tem a capacidade de implantar e executar softwares arbitrários (independentes), que podem incluir sistemas operacionais e aplicativos.

Medida: O serviço pode ser medido pela capacidade de processamento, memória, banda disponível para acesso.

Controle: O consumidor não gerencia ou controla a infraestrutura da nuvem, mas tem controle da sua “máquina virtual” – sistemas operacionais, armazenamento, aplicativos implantados e de alguns componentes de rede, como switches e  firewalls.

Preços: É baseado em um modelo de precificação de “serviços utilitários” – custo variável e o hardware é compartilhado entre vários usuários.

Leia mais →

Amazon Web Services (AWS)

O que é o  Amazon Web Service (AWS)?

A Amazon lançou uma plataforma de computação que mudou a face da computação na última década. Primeiro,  instalou uma infraestrutura de computação poderosa para sustentar o seu core business, comércio eletrônico, vendendo uma variedade de produtos que vão desde livros e CDs, alimentos e eletrodomésticos. Descobriu que esta infraestrutura pode ser estendida para oferecer recursos acessíveis e fáceis de usar para computação empresariale pessoal.

Em meados de 2000, introduziu o Amazon Web Services (AWS), baseado no modelo IaaS. Neste modelo, o provedor oferece uma infraestrutura que consiste de computadores e servidores de armazenamentos interconectados por redes de alta velocidade e um kit de serviços para acessar esses recursos. Um desenvolvedor de aplicação é responsável pela instalação de aplicações numa plataforma da sua escolha e gerenciar os recursos fornecidos pela Amazon.Relata-se que, em 2012, as empresas em 200 países usaram o AWS, demonstrando o apelo internacional deste paradigma de computação. Um número significativo de grandes empresas, bem como start-ups tiram proveito de serviços de computação suportados pela infraestrutu AWS. Existem vários casos relatados de alta redução de custos de serviços de telecom e TI  e pessoal.

O Amazon Elastic Compute Cloud (Amazon EC2) é um dos serviços da Web que fornece uma capacidade de computação redimensionável na nuvem. Ele foi projetado para facilitar a computação de escala na Web para os desenvolvedores. O Amazon EC2 apresenta um ambiente de computação virtual, permitindo utilizar interfaces de serviço web para:

1) Iniciar “instâncias” (máquinas virtuais) com uma variedade de sistemas operacionais,
2) Carregar o ambiente de aplicativo de forma personalizada,
3) Gerenciar permissões de acesso à rede e
4) Executar a “imagem da cloud” usando o número de sistemas que você desejar.

Até o próximo artigo!

Características e Funcionalidades do IaaS da Amazon

Quais são as características e funcionalidades do EC2  da Amazon?

Características do Serviço IaaS da Amazon

  • Completamente Controlado – usuário tem controle total das instâncias e estrutura.
  • Elástico – configuração de capacidade em minutos para qualquer quantidade de instâncias (máquinas virtuais) de uma a milhares.
  • Flexibilidade – muitas opções de instâncias, sistemas operacionais e pacotes de software
  • Integração com outros produtos – um portifólio para montar a solução completa – armazenamento, banco de dados, serviços de balanceamento de carga e aplicativos.
  • Disponibilidade – 99,5% nas ”regiões do Amazon EC2”.
  • Segurança – de várias formas: 1) vinculação de instâncias via “Virtual Private Cloud” (ou nuvem virtual privativa) e intervalo de IP, 2) configuração de acesso/restrição de instância a internet, 3) grupos de segurança e ACLs, 4) opção de acessos IpSec para conectar a infra de TI a VPC, 5) Instância dedicadas – hardware dedicado.
  • Economia – instâncias on demand – capacidade computacional por hora. Elimina custos de planejamento.
  • Padronização – opções pré configuradas de instâncias.

Funcionalidades de Cloud Computing

Para prover as características citadas, vários recursos são fornecidos na suite Amazon EC2, para prover soluções GEEDDS – gerenciáveis, escaláveis, com disponibilidade, desempenho e segurança:

  • Armazenamento – em bloco e elástico independente das máquinas virtuais.
  • Instâncias otimizadas – cardápio de tipos e configuração de instâncias.
  • Vários locais – instâncias em vários locais: zonas e regiões de disponibilidade.
  • Endereços “elastic ip” – para permitir rápido remapeamento de endereços IP e movimentação de instâncias.
  • VPC – Virtual private cloud – definida pelo cliente, com controle total das instâncias e do ambiente de rede.
  • Cloudwatch – monitoramento da nuvem – visibilidade de uso de recursos, desempenho operacional, padrões de demanda, uso de recursos.
  • Auto Scaling – configuração automática para programar ajustes de capacidades.
  • Load balancing – distribuição de tráfego de entrada dos aplicativos para maior tolerância a falha e resiliência de serviços.
  • Clusters de alto desempenho – personalizar o desempenho de computação e rede.
  • Instâncias de Alto Desempenho de E/S – adequadas para clientes executando bancos de dados relacionais e NoSQL de desempenho muito elevado.
  • Instâncias de alta capacidade de armazenamento para aplicativos com uso intensivo de dados, como warehousing de dados e Hadoop
  • Gerência VM – Importação/exportação de máquinas virtuais (VM),
  • Loja virtual – seleção e compra de produtos, serviços e acessórios.

Até logo!