Rede – Monitoramento

Consultas Rápidas

Entre com palavras-chave em PROCURAR (evite preposições), ou selecione um item em CATEGORIAS, na coluna da direita.

Monitoramento de rede.

Quais são as funcionalidades principais de um sistema de monitoramento de rede?

Os sistemas de monitoramento são as ferramentas que os gerentes de rede consultam para evitar e tratar interrupções de uma aplicação. O mercado oferece várias ferramentas de monitoramento, desde sistemas abertos até sistemas de fornecedores renomados. Um sistema de monitoramento deve ser fácil de implantar e usar, compatível com a infraestrutura existente, escalável e com opções de integração com outras ferramentas e sistemas.

  • Modelo de implantação. Qual o modelo de licença oferecido? São diferentes licenças para diferentes tipos de capacidades ou por dispositivo? Qual a quantidade de dispositivos gerenciados? Qual a estrutura de custo? Qual a complexidade para operar e manter? Quais são as melhores práticas utilizadas para configurar o sistema? São vários subsistemas, servidores e base de dados?
  • Facilidade de uso. Como é o layout e o fluxo de operação do sistema? Os mapas e gráficos são claros e efetivos? Os comandos são intuitivos? Quanto de treinamento o sistema requere?
  • Compatibilidade com a infraestrutura existente. Muitas organizações operam uma infraestrutura de vários fornecedores para switches, roteadores de borda, infraestrutura sem fio, e assim por diante. Ao avaliar sistemas de monitoramento, é necessário determinar quais plataformas e fornecedores são suportados pela ferramenta. Essa avaliação pode ir além da infraestrutura de rede e incluir tecnologias de virtualização e serviços de cloud computing.
  • Escalabilidade. Sistemas de monitoramento de disponibilidade de rede variam amplamente em termos do tamanho das redes que podem controlar. Alguns fornecedores monitoram centenas de dispositivos, outros dezenas de milhares. Alguns sistemas podem monitorar apenas um único local, outros podem se estender por toda a empresa. É importante determinar o tamanho máximo e o nível de distribuição que pode oferecer suporte a uma sistema de monitoramento de rede, e mais importante, como o fornecedor provê a escalabilidade. É utilizado um servidor ou vários? Estas variações influenciam a usabilidade e a complexidade do sistema.
  • Interoperabilidade. Provavelmente o sistema de monitoramento de rede será parte de um sistema de gestão de TI mais abrangente. Como será a integração com outros produtos de gestão?

Existe uma grande variabilidade de soluções no mercado e muitos fornecedores prometem mais do que podem entregar. É importante compreender os requisitos e necessidade e saber responder perguntas listadas anteriormente.

Até logo!

Funcionalidades de Monitoramento de Rede

Quais as funcionalidades de Monitoramento de Rede?

Um produto abrangente de monitoramento de rede deve ser capaz de detectar, monitorar e analisar seus dispositivos em tempo real, com base em alertas e avisos.

A ferramenta deve ser moderadamente fácil de implementar, configurar e suportar dispositivos de múltiplos fornecedores. Deve incluir autodiscovery, inventário de dispositivos, alertas automáticos e configuráveis de problemas e uma interface de gerenciamento centralizado baseado na Web, incluir um painel com gráficos de fácil leitura e tabelas que forneçam visões diferentes do status da rede; deve ter um mapa de topologia de rede (ou a capacidade de gerar um), assim como comandos para modificar as configurações de rede e solucionar problemas. Deve também ser capaz de detectar e analisar o tráfego do protocolo de Internet versão 4 (IPv4) e o IPv6.

Uma ferramenta de monitoramento de rede normalmente usa agentes ou sensores para coletar e transmitir dados para um console de gerenciamento para análise. Agentes necessitam de alguns recursos para executar, que podem afetar o desempenho. Um produto sem agente, por outro lado, é projetado para não ter pouco ou nenhum impacto sobre processos atuais.

Muitas abordagens de monitoramento de rede é baseada no reconhecimento de aplicativos (application aware), o que significa que esses sistemas podem detectar e monitorar todos os aplicativos e serviços que operam através de uma rede. Este é um benefício importante, pois permite que os administradores possam distinguir se um problema de desempenho decorre da rede ou do aplicativo em si. Neste particular, permite que a equipe de TI monitore um aplicativo em detalhes, tempo de resposta, processamento do servidor, rede, ou seja, todo os recursos que suportam a aplicação. O reconhecimento de aplicativos permite a equipe de TI controlar o tempo de resposta do aplicativo em detalhes, incluindo o processamento do servidor e retardo da rede.

A capacidade de avaliar tendências, históricos e o que se espera, é um recurso útil para identificar padrões de desempenho de rede e à partir daí, vislumbrar o futuro mais provável do desempenho da rede.

O planejamento automático de capacidade é outro recurso que facilita a gestão de infraestrutura de rede e otimização, através do envio de avisos para o administrador de rede, sempre que limites de capacidade de memória, largura de banda ou rede estejam prestes a serem ultrapassados.

Até logo!

Ferramentas de Monitoramento de Rede

Como selecionar a melhor ferramenta de monitoramento de rede?

Uma parte importante do trabalho de qualquer administrador de rede é monitorar o desempenho da rede, o tráfego, falhas, disponibilidade e responder rapidamente às questões dos usuários.

Uma ferramenta de monitoramento de rede é baseada em software ou uma combinação de software e hardware que assiste a rede de ponta a ponta, coleta dados sobre centenas de métricas de desempenho, entre elas, largura de banda, latência, capacidade de resposta e uso de CPU de hosts.

Uma plataforma de monitoramento de rede deve ser abrangente e oferecer visibilidade para servidores físicos e virtuais, links WAN, arquitetura de rede definida por software (SDN), serviços baseados em cloud, dispositivos móveis e assim por diante.

Os sistemas de monitoramento além de manter tabelas da saúde da rede, podem justificar investimentos em hardware e de infraestrutura necessários para eliminar gargalos de rede crônicos. Esta capacidade pode gerar economia no longo prazo, pela redução de ocorrência de eventos de falha e redução do tempo de recuperação.

Empresas que usam serviços de provedores de serviços podem usar o monitoramento de rede para avaliar e cobrar o atendimento de SLAs de serviços contratados. Se uma ferramenta de monitoramento isto não é viável.

Finalmente, uma rede que funciona corretamente proporciona maior satisfação do usuário que, por sua vez, reduz chamadas para o help desk e tempo de tratamento.

Vários tipos de ferramentas de monitoramento de rede interna de código aberto estão disponíveis. O utilitário Ping, por exemplo, é adequado para diagnosticar problemas de conectividade de host simples. O Monitor de rede Microsoft fornece captura de pacotes de rede e análise, que um administrador de rede pode usar para solucionar problemas de rede. Nagios é uma ferramenta de monitoramento de rede de código aberto popular; Não é fácil de configurar, mas ele fornece dados precisos sobre muitas métricas. No entanto, ferramentas gratuitas tendem a ser limitadas em foco ou exigir plugins para funcionalidades adicionais, tal como auto alertas.

Monitoramento do Fluxo de Dados e Pacotes

Qual a função da análise do fluxo de dados e da análise de pacotes para a gerência do desempenho de redes IP?

Em qualquer rede, o pacote é o sangue que flui na rede. Uma solução de gerenciamento de rede deve fornecer a capacidade para capturar e analisar os pacotes.  No entanto, o fluxo de dados também é fator chave para a compreensão de como a rede se comporta e fornece essa visibilidade ampla, de ponta a ponta.

Diante disso, dois importantes mecanismos ajudam ganhar visibilidade:

  • Monitoramento do fluxo de dados é uma maneira econômica, efetiva e escalável de coletar métricas de desempenho de roteadores, switches e outros dispositivos de rede. Fluxos de dados fornecem visibilidade de ponta a ponta, através da rede sem ter que instalar sondas em todos os lugares, mas falta-lhe detalhes de nível inferior. A análise do fluxo de dados é ideal para avaliar tendências, analisar e solucionar problemas no alto alto nível. Se você selecionar uma solução que elimina a duplicação e correlaciona dados de fluxo de vários locais, isso reduz muito a sobrecarga com toda essa captura de dados. Esta redução na quantidade de dados tem um benefício direto nos custos de armazenamento e desempenho de análise.
  • Examinar o pacote de dados é necessário para uma visibilidade detalhada de desempenho do aplicativo. Somente os pacotes contêm as conversas completas que ocorreram na rede. Pode haver algumas seções na rede (por exemplo, no datacenter), onde usar captura de pacotes contínuo é essencial para a análise retrospectiva. A análise de pacotes de dados é também necessária, para exibir o tempo de resposta de página da web na perspectiva do usuário final.

A melhor solução de monitoramento é aquele que integra o pacote de dados e fluxo de dados; permite ampla visibilidade e uma transição suave entre a visão macro (fluxo de dados) e a visão micro (nível de pacote). Esta combinação é importante porque reduz o tempo necessário para identificar, diagnosticar e resolver problemas de desempenho complexos.

Até logo!

Monitoramento do Fluxo de Dados

Quais são os benefícios adicionais do monitoramento do fluxo de dados?

Fluxos de dados fornecem a capacidade de detectar dependências entre  aplicativos, como são executados na rede e como se relacionam entre si e com o hardware de rede.

Quando é necessário consolidar centros de dados ou simplesmente mover um servidor, esta informação também é extremamente útil.

Essa visibilidade permite fazer projetos mais confiáveis e reduzir os riscos envolvidos na mudança da infraestrutura.

Essa informação também é essencial para o controle de nível de serviço. Como monitorar um aplicativo, se não sabemos todos os componentes, como os usuários, servidores web, servidores de aplicação, balanceadores de carga, DNS e servidores de autenticação e bancos de dados, envolvidos no fornecimento de um único aplicativo para os usuários?

Até logo!