SDN – Software Defined Network

O que é SDN – rede definida por software?

Software Defined Networking (SDN) é uma nova abordagem de rede, que permite aos administradores de rede conceber, configurar, controlar e operar redes, via interfaces abertas e com abstração de funcionalidades de nível superior. Ou seja, o cliente simplesmente especifica o aplicativo, as prioridades de negócios e requisitos de nível de serviço, numa interface de alto nível.

A rede é controlada dinamicamente e tem a capacidade de se adaptar ao tráfego de ambientes informáticos que exigem processamento e armazenamento elásticos, como os datacenters (centros de dados) modernos.

A Open Networking Foundation (ONF) é o grupo mais relacionado com o desenvolvimento do SDN. De acordo com esse grupo, SDN é uma arquitetura emergente, dinâmica, gerenciável centralizadamente, econômica e adaptável, ideal para aplicações que demandam altas larguras de banda – a tendência dos dias atuais.

SDN tem como conceito fundamental separar o plano de controle da rede (inteligência) do plano de encaminhamento do pacote e ser diretamente programável. O protocolo OpenFlow é um componente fundamental para desenvolver soluções SDN e fazer essa separação.

Economia. Uma WAN tradicional tipicamente roda com uma taxa de utilização entre 60% a 65%. A proposta da arquitetura SDN é elevar essa taxa de utilização para 95% ou em outras palavras, cortar em 50% o custo de rede.

Ciclo de Vida – SDN ainda está em introdução no mercado. Existem duas tendências de implementação: Overlay e Underlay. A segunda atualmente parece ser a mais provável. O OpenDaylight community definiu a primeira versão de software chamado Hydrogen e uma segunda chamada Helium, para o “controlador SDN”, para acelerar a adoção da arquitetura SDN.

Utilidade – Melhor utilização dos recursos de rede via engenharia de tráfego com uma visão fim a fim da rede. O foco primário mais provável de desenvolvimento de SDN é para datacenters e, em segundo plano, em WANs para conexão de datacenters.

Inibidores – imaturidade da tecnologia e produtos e dificuldades de calcular o ROI – Retorno do Investimento (Benefícios x Custos x Riscos).

Implicações Operacionais –  A segurança é um fator de destaque. O SDN tanto habilita novas funcionalidades de segurança como também é um fator de preocupação quanto às vulnerabilidades.

Até logo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Navegação pelos artigos