Ambiente de Rede IP de Pequeno Porte

Como é o ambiente e restrições de uma rede de pequeno porte?

Classificamos uma rede como de pequeno tamanho quando abaixo de 50 usuários.

Redes deste tamanho são geralmente construídas com base nas seguintes restrições:

  • Baixo orçamento para despesas de TI
  • Pouca experiência nas diversas tecnologias
  • Rede não precisa ser tolerante a falhas
  • Principalmente “aplicações de prateleira”
  • Principalmente requisitos básicos, tais como e-mail, processamento de texto, impressão, compartilhamento de arquivos

Como de costume, o primeiro passo do projeto é identificar as aplicações, que para redes desse porte, são aplicações de prateleira, tais como processamento de texto e planilha. Estas aplicações consomem pouquíssima largura de banda, porque na maioria das vezes, os usuários estão trabalhando em suas estações de trabalho individuais, num arquivo de dados. O único momento que a largura de banda é necessária é quando os usuários abrem os arquivos do servidor ou salvam de volta para o servidor. O servidor, neste caso, é tipicamente um servidor Windows NT ou Linux. Estes dois tipos de servidores suportam TCP / IP. Uma rede com um único protocolo é mais simples de projetar, e em caso de um problema, mais fácil de solucionar. A execução de um único protocolo na rede é também mais barata. Um roteador com apenas o protocolo IP é muito mais barato do que um multiprotocolo, e, isso é significativo na redução do custo de operação da rede.

Em uma rede pequena, o servidor de arquivos é geralmente o componente mais importante. Além de fornecer uma capacidade de compartilhamento de arquivos, ele também fornece serviços de impressão, e pode funcionar também como um servidor Web. A gestão do servidor é a tarefa mais importante para o administrador do sistema.

Em uma rede pequena, o administrador do sistema é responsável por todos os aspectos da rede, desde o gerenciamento de servidor, como tarefas de backup, ligação de novos dispositivos, instalação de estações de trabalho, e até mesmo a resolução de problemas do PC. Devido à natureza do trabalho, o administrador do sistema é normalmente um generalista, em vez de um especialista em uma determinada área da tecnologia. A tarefa não é fácil, as expectativas são altas e ele têm que ser responsável por todos os aspectos da rede. Porque ser generalista, tendem a serem melhores na área de TI (gerenciamento de base de dados) do que Telecom (experiência em roteadores).

Até logo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Navegação pelos artigos